A Maior Parte das Pessoas Entram para a Academia para Superar Algum Tipo de Insegurança

A musculação tem uma habilidade peculiar de fazer com que a gente se sinta poderosos e no comando. Vá a academia por alguns anos e você começará a se sentir imbatível.

Mas permanece a questão – se é tão bom, por que algumas pessoas desistem de treinar tão logo após elas se matricularem na academia? Uma das principais razões é porque essas pessoas não apresentam resultados para refletir o trabalho duro que elas tem na academia.

A onda de adrenalina é um dos maiores momentos na musculação. Aumentar de 15kg para 20kg é um momento emocionante para um marombeiro. Por outro lado, permanecer levantando a mesma carga por um longo período pode ser frustrante.

Sejamos honestos. Musculação é difícil. Perceber que não estamos indo na direção correta, mesmo depois de fazer milhares de repetições dia após dia pode ser muito desapontante. O dia que você começa a questionar seus resultados é o começo do fim da sua jornada fitness.

Saber o que você está fazendo errado pode ajudar a poupar tempo, esforço e frustração, que vem seguido de uma rotina ineficiente. Não seguir os objetivos diários da sua dieta, falta de disciplina e de descanso podem ser causas da falta de progresso, mas ainda estão longe de ser as únicas razões. Nesse artigo, vamos descobrir porque você não está ficando mais forte.

Razões Porque Você Não Está Ficando Mais Forte

1. Você faz o que ama e ama o que faz

Enquanto “fazer o que você ama e amar o que você faz” pode ser uma ótima campanha publicitária, isso não se aplica tão bem na academia. A maior parte das pessoas tem um exercício que elas adoram fazer, como a rosca bíceps ou a cadeira extensora, mas também tem aqueles que não são tão queridos – como agachamentos.

Ficar nos mesmos exercícios todo treino pode fazer com que você se sinta bem, mas você vai deixando de ficar cada vez mais forte cada vez que evita os exercícios “difíceis”. Além disso, fazer os mesmos exercícios todo treino é uma das formas mais rápidas de atingir um platô.

Na academia (assim como na vida), as coisas que nos tiram da zona de conforto são aquelas que nos ajudam a crescer e sermos bem sucedidos. Não existe lugar para conforto na academia. A próxima vez que você se encontrar indo na direção do leg press, mude a direção para o agachamento.

2. O Ego é O Inimigo

A academia é um lugar de caras com alta testosterona, e não um lugar para buscar os homens mais humildes do mundo. Os egos normalmente estão inflados nesses lugares onde um está querendo superar o outro, e na academia não é diferente.

Existem dois tipos de “levantadores de ego”:

  1. O cara que coloca mais peso do que ele consegue aguentar. Esses prejudicam muito a forma como o exercício é feito enquanto tentam levantar aquelas cargas.
  2. O cara que nunca vai além do que está acostumado a fazer. Evitam tentar um recorde pessoal no agachamento ou no supino para não precisar lidar com a vergonha de tentar e não conseguir.

Enquanto o primeiro tipo é mais perigoso que o segundo, ambos são prejudiciais para os seus ganhos e devem ser evitados se você quiser evoluir. Quando entrar na academia, deixe o seu ego da porta pra fora e faça o seu treino da forma correta. Lembre-se: não passe fome, mas também não coloque no prato mais do que aquilo que você consegue comer.

3. Você Está Trocando Muito de Treino

A maioria das pessoas cometem o erro de trocar de treino com muita frequência. No mundo acelerado que vivemos, as pessoas querem tudo pra ontem. Fast food, cola de fixação rápida, macarrão instantâneo… e elas levam a mesma mentalidade para dentro da academia.

Essas pessoas iniciam um programa de treinamento, e se elas não tem nenhum resultado visível em poucas semanas (o que normalmente é o que acontece), elas trocam o treino esperando ficar mais fortes e mudar seus físicos. E depois trocam por outro treino em mais algumas semanas.

Mesmo que seguir um mesmo treino por um longo período possa te levar a atingir um platô, ficar mudando de treino com muita frequência não dá tempo suficiente para que seus músculos extraiam o máximo daquela rotina de treinos. Você deveria se manter no mesmo treino por pelo menos 8 semanas antes de mudar para outro.

4. Todos e Tudo Tem Limites

Seria ótimo se nós pudéssemos crescer um pouquinho a cada dia. Algumas pessoas dizem que elas focam em melhorar 1% a cada dia no que quer que seja que elas estejam focando. Se você aplicar isso ao levantamento de peso, não vai demorar muito para você estrelar o próximo filme do Hulk.

Treine o bastante e você chegará num ponto onde sua força estagnará, e você não vai ficar mais forte. O limite genético é real, e mesmo com o uso de esteroides, você irá mais longe até que encontre um novo limite.

5. Você Não Conhece o “Treino Sobremáximo”

Treinos sobremáximos envolvem expôr o corpo a um estímulo acima do estímulo considerado máximo. Essa técnica de choque pode fazer seus músculos evoluírem expondo-os a uma maior demanda do que eles estão acostumados.

Se você quer aumentar sua força muscular e hipertrofia, você deveria focar em aumentar seu tempo sob tensão (TUT, em inglês, time under tension) durante os treinos sobremáximos, principalmente na fase excêntrica do movimento.

O tempo sob tensão na fase excêntrica pode ser incrivelmente eficiente em quebras de platô e se provar valioso em levar os músculos e o sistema nervoso a um novo nível de desempenho.

6. Biomecânica Ruim

O cérebro humano encontra a maneira mais eficiente de se mover no espaço quando se depara com qualquer tipo de resistência. Essa habilidade nos serviu para que evoluíssemos, mas não podemos dizer o mesmo do treinamento resistido.

Durante o treino com pesos, muitas pessoas inconscientemente se colocam em posições que limitam as articulações e, em consequência, a carga nos músculos. Se você é uma dessas pessoas, você deveria recuar um pouco e revisar a forma do seu exercício.

Quando você está na academia, você deve colocar o instinto evolutivo do cérebro de lado e focar em fazer com que seu corpo trabalhe duro para evoluir. Isso não tem questionamento.

1 comentario

  1. Eu basicamente vou para academia para sentir dor muscular . Sentir cada movimento não ligo para carga se eu conseguir evoluir fazendo flexão então farei flexão . É um contesto geral sono água treino com pouco descanso e muita intensidade cardio e mais cardios . Me preparo para um dia incluir os esteroides em minha rotina . Quero ver o quão longe consigo elevar o meu físico . Sem pressa

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui