Coronavirus: de acordo com estudo ele afeta a produção de testosterona

Aos poucos vamos entendendo e descobrindo os efeitos desse vírus a longo prazo

Estudos preliminares já alertam para alguns problemas caudados pelo vírus aos pacientes “curados”.

Uma iniciativa de doutores de Wuhan, formaram um grupo com 81 homens na idade média de 38 anos para verificar os efeitos preliminares da doença em seus órgãos reprodutivos. As amostras foram coletadas em seu último dia de hospitalização e os mesmos não apresentaram risco de vida durante o período de infecção.

Além de notarem uma redução do tamanho dos testículos, houve uma considerável redução da produção de testosterona nesses indivíduos, além de prejudicar a capacidade reprodutiva.

A deficiência causada chama-se hipogonadismo e prejudica a produção de testosterona no organismo.

“Testosterona é o hormônio principal No sexo masculino e tAmbém responsável pelo desenvolvimento primÁrio e secundÁrio das carActerísticas masculinas incluindo  testÍculos, mÚsculos, Massa óssea e pêlos.” Declara SCMP

Aqueles com hipogonadismo podem desenvolver seios e disfunção erétil – uma condição que pode ser tratada com testosterona exógena.

“Desde que mais da metade das pessoas infectadas por Covid-19 estão na idade reprodutiva, mais do que nunca devemos prestar atenção nos efeitos da doença no sistema reprodutivo” ressaltam os pesquisadores de Wuhan

noting that their results were inconclusive and that other factors such as medication and immune system response could also trigger changes in hormones.

Obviamente, como qualquer outro estudo ele precisa de tempo e mais  outras referências para tornar-se oficial, também existem outros fatores que contribuem na alteração hormonal como sistema imunológico e medicação. Por isso os pesquisadores de Wuhan planejam continuar os estudos a longo prazo.