Dieta Cetogênica

Hoje vivemos uma época de carbofobia. Carboidratos viraram vilões nas bocas e mídias de charlatões da nossa área, e com isso, pessoas buscam alternativas desesperadas para emagrecimento.

Uma dessas, que já teve seus dias de glórias no passado e hoje está voltando em alta, é a dieta cetogênica. Não me entenda mal, longe de mim dizer que ela não é útil, mas pesquisas científicas apontam já e comprovam que uma dieta com restrição de calorias e manipulação de macros comum em comparação com a dieta cetogênica, ambas tem o mesmo potencial de queima de gordura. Então o que te faz escolher uma ou outra? Individualidade. Dois caminhos para chegar no mesmo fim.

E portanto, caso você escolha a cetogênica, vou te ensinar o jeito correto de fazê-la. Que posso ser honesto? Quase todo mundo faz errado. Dieta cetogênica não é zerar carbo e comer frango seco e porção de 3 castanhas pra matar a fome igual profissionais “super competentes”passam por ai. É muito mais do que isso, e vou te explicar:

A Cetose é um estado do corpo, que pode ser atingido através de uma dieta com pouca ingestão de carboidratos, ou nenhuma ingestão. (Bem difícil, visto que quase tudo tem carboidrato de alguma forma.) Resumão pra quem não sabe.

– Como funciona a cetose? Numa dieta normal, ou alta em hidratos a subida dos níveis de glucose no sangue é uma das primeiras reações que o nosso corpo tem. Isto porque é uma dieta rica em glucose, o que significa que a concentração de glucose no sangue naturalmente vai aumentar. Como resultado, o pâncreas vai secretar insulina para contra-atacar os aumentos dos níveis de glucose. A insulina conduz a glucose para as células do nosso corpo, armazenado-a como glicogênio. Alguma da glucose é utilizada como energia necessária para o corpo manter os seus processos naturais em bom funcionamento. No entanto, se os níveis de glucose caem, o pâncreas secreta uma hormonio conhecido como glucagon. Esta hormonio sintetiza o glicogênio armazenado em glucose, e então pode ser utilizado como energia. Num dieta cetogênica o processo é diferente. As reservas de glicogênio vão se reduzir sempre que a glucose é necessária como fonte de energia. Sempre que não são restauradas, o corpo precisa utilizar a gordura como fonte de energia. Os ácidos gordos do nosso tecido adiposo são mobilizados durante a beta oxidação. Durante este processo, as cetonas são libertadas do fígado. Isto porque o fígado não as pode utilizar, então elas irão ser utilizadas como energia. Os ácidos gordos agora livres podem ser utilizados como energia, o que é essencial para queimar gordura.

Ótimo, agora vocês sabem um pouco mais a fundo o que é cetose. E afinal, como ativa essa cetose?

Sua alimentação precisa ter uma alta ingestão de gorduras, e por alta entenda 60% das calorias totais NO MÍNIMO. O resto fica em 35% para proteínas e outros 5% para carboidratos fibrosos advindos de legumes e verduras, que serão essenciais nessa dieta para manter sua flora intestinal funcionando e seu aporte de micronutrientes.

Sem essa estrutura, você não atingirá o estado de cetose, que é uma concentração tão baixa da glicemia sanguínea que o seu corpo se vê obrigado a ativar vias metabólicas que retirarão dos lipidios da sua dieta, e os armazenados na sua barriguinha, os corpos cetônicos.

E por que afinal você estava errando se enchendo de proteína, achando que isso ia preservar sua massa magra?

Por que existe um processo metabólico chamado “gliconeogênese”. Se você tem proteína suficiente para ser utilizada como matéria-prima para sua reconstrução muscular e outras funções fisiológicas e “sobra” proteína, seu corpo simplesmente ativa essa via e retira glucose das proteínas, estabilizando sua glicemia para cima,

impossibilitando totalmente sua intenção de atingir a cetose, e de quebra, ainda pode ocorrer uma leve sobrecarga hepática (mas nada grave, não sou nenhum doutor que adora falar terrorismos por ai) por causa desse processo, que ocorre no fígado.

Bom, então é isso, se forem fazer alguma dieta que tá na moda, pelo menos façam direito, mas lembrem:

Dieta nenhuma te emagrece. Você se emagrece.

Por Vitor Bizzo 

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui