Nunca no mais positivo cenário esperaria essa reviravolta na categoria Men’s bodybuilding OPEN. Os atletas e o público vibraram a cada confronto e apresentação dos TOP5.

Muitas surpresas aconteceram nessa palco: Big Ramy não conquistou o pódio, infelizmente ele apostou no tamanho e ao invés de corrigir seus erros veio maior possível para o palco, pesando 310lb (140kg) na noite do meeting dos atletas era sem dúvida o maior atleta no palco, mas tamanho nunca ganhou Mr. Olympia então fica a lição a ser aprendida.

Dexter Jackson também não conquistou o pódio, resolveu mudar a estratégia e tirou a água um dia antes do que sempre fez. Aquela máxima se aplicou veementemente, time que está ganhando não se mexe.

Roelly Winklaar conquistou o primeiro título como atleta do povo além de conquistar o incrível top 3 um território nunca dantes explorado pelo atleta, algo que tranquilamente ele poderia galgar até um top 2 por sua grande massa muscular. Pode se dizer que ele tem uma densidade até maior que Big Ramy e com certeza é melhor na pose peito de lado, duplo bíceps de frente.

Shawn Rhoden estava muito confiante desde a conferência dos atletas. Pelas mãos de Cris, Rhoden saiu de décimo primeiro para terceiro lugar. Com 43 anos provou que a idade é apenas um número e ganhou seu primeiro Mr. Olympia. Se preparou arduamente com o apoio de Aceto, confiou sem sombra de dúvida no trabalho de seu coach. Após dois anos de muito trabalho e dificuldades como um problema no maxilar que o impedia de comer e em seguida duas úlceras as vésperas do Arnold Ohio 2018.

Nada o impediu de conquistar o  maior prêmio do bodybuilding. Parabéns Shawn Rhoden, Mr. Olympia 2018.

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui