Uma categoria repleta de feminilidade e força!

A categoria wellness sempre foi uma grande confirmação da genética brasileira. Repleta de sensualidade e corpos esculpidos nas academias aonde sempre o glúteo e pernas bem torneadas foram o foco, obviamente não é apenas a genética que manda como na categoria bikini, mas muitas atletas com o devido trabalho e estratégia conseguiriam migrar para a categoria em questão.

Esse final de semana acontecerá em Los Angeles, California, o primeiro campeonato nos Estados Unidos coordenado pela NPC com classificação nacional, ou seja, a partir de agora as atletas poderão projetar uma carreira dentro da liga profissional.

Com essa possibilidade chegar no Olympia é agora acessível, com devido prestígio e prêmios em dinheiro. As brasileiras sempre lutaram por esse reconhecimento, algo que na antiga federação parecia distante uma vez que não havia a possibilidade de se tornar profissional e nem ao menos prêmios em dinheiro.

Dessa forma, com os impedimentos e políticas impostos pela federação não diminui o prestígio ou mesmo suas conquistas. As redes sociais deram o reconhecimento necessário que aumentou a visibilidade das brasileiras que passaram a ditar um novo tipo de beleza fitness nas redes.

Esse boom tomou a América Latina e foi crescendo dentro da Europa e Estados Unidos, essa escolha do público e valorização do físico deixou as federações sem escolha e tanto a NPC como a antiga IFBB tiveram que se curvar a essa demanda social e incluir no quadro profissional essa categoria.

Agora sim! Com o devido reconhecimento veremos o retorno aos palcos de muitas brasileiras, como é o caso de Aline Barreto que dominava os palcos no Rio de Janeiro e agora depois de um longo período lutará por sua indiscutível dominância.

Karen Brandão também dará as caras nos EUA. Com novo coach e um troféu em mãos de seu último campeonato irá disputar nesse novo cenário que é completamente inócuo para seu físico e determinação.

Isa Pereira Nunes que já foi campeão do Arnold e dotada de uma beleza e simetria física irá se arriscar nesse campeonato super competitivo.

E finalmente, mais uma representante brasileira Isamara Santos com um físico espetacular irá buscar a confirmação dos árbitros para sua evolução diante de seu vice-campeonato no último Mr. Olympia Brazil.

Será um show disputadíssimo e também um marco histórico para a categoria, pois finalmente iremos confirmar qual seria o padrão e as diretrizes diante da NPC e futuramente nos palcos do Olympia a IFBB Pro League.

Ansiosos?! Sim ou Claro!

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui