Entenda o HMB e seus pontos positivos

O HMB (Hidroximetilbutirato) é uma molécula formada a partir da metabolização da Leucina. Leucina é um aminoácido velho conhecido nosso, pois juntamente com a Isoleucina e a Valina formam os BCAA (Branched Chain Aminoacids ou Aminoácidos de Cadeia Ramificada, que supostamente têm ação anticatabólica.⠀
⠀⠀
Aproximadamente 5% da Leucina ingerida diariamente se tornarão HMB e acredita-se que o HMB seja a parte mais ativa da Leucina, ou seja, aquela que de fato previne o catabolismo muscular.⠀
⠀⠀
A degradação da molécula de HMB dá origem à molécula de HMG-CoA, que dará origem ao colesterol. Logo, podemos dizer ainda que o HMG é um precursor do colesterol.⠀
⠀⠀
O HMB aparentemente possui poder anti-catabólico, tendo sido evidenciada, inclusive, a redução dos níveis de CPK sanguíneo pós treino 30min após sua suplementação. Porém, mostrou-se menos efetivo que a Leucina na indução de síntese protéica.⠀
⠀⠀
Os 3 supostos mecanismos de ação do HMB são:⠀
⠀⠀
1⃣ Manutenção da integridade das membranas celulares através da formação de HMG-CoA⠀
⠀⠀
2⃣ Estímulo da via do mTOR⠀
⠀⠀
3⃣ Diminuição do catabolismo protéico através da inibição da via da Ubiquitina⠀
⠀⠀
O HMB, assim como os outros suplementos, tem utilidade em situações específicas. Sua grande aplicação é na diminuição da degradação protéica (evitar o catabolismo), logo, pode ser uma estratégia interessante em situações de treinos de alta intensidade, dietas hipocalóricas, doenças que cursem com caquexia e/ou pacientes acamados.⠀

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui