Como conciliar? Uma vida repleta de compromissos e ao mesmo tempo mover-se por uma paixão.

O bodybuilding seu primeiro compromisso com a vida o possibilitou viver e espalhar a mensagem. O esporte o fez crescer e amadurecer. Aliado à visibilidade que ajudou a construir junto com sua esposa, Juliana Salimeni.

Algo que nem era sonho tornou-se realidade. A construção de um império, o super Men’s Physique colocou o bodybuilding brasileiro no mapa do esporte mundial. Sem medo de desafios enfrentou diversas batalhas causando mudança de cultura e pensamento coletivo. Feiras lotadas, campeonatos acirrados, milhões de views em todos os lugares.

Por onde passava deixava sua marca: FF. Que contribuía para credibilidade e referência no esporte. Conciliando a imagem do trabalho duro e um shape mais comercial, algo que por vezes distanciava as pessoas ao ver grandes bodybuilders de outras classes.

O esporte tinha uma nova imagem, o preconceito aos poucos foi sendo deixado de lado e hoje mais e mais pessoas da mídia buscam no bodybuilding uma forma de se manter íntegro e saudável, muito mais que um esporte pode ser um estilo de vida não importa seu gênero, idade ou condição social.

A democratização tornou-se possível com a imagem de uma shape alcançável.

 

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui