Fisiculturismo e Tatuagem

Por Vitor Bizzo

Saudações Guerreiros do Ferro! Tudo tranquilo com vocês? Me chamo Vitor Bizzo, sou atleta sênior de fisiculturismo, hoje na categoria até 75kg, rumo ao Arnold Classic South America.

Ontem a Generation Iron repostou uma imagem minha que deu muita repercussão e por isso recebi o convite da Generation Iron BR para falar sobre um assunto, que faz parte da minha história de vida.

Musculação e tatuagens.

Se tratando da musculação, hoje vivo financeiramente do esporte e conduzo minha vida e paixão pelo esporte, e desde quando posso me lembrar pratico alguma atividade física, alguma modalidade. Passei por esportes coletivos, até s artes marciais. E após uma lesão lutando, acabei sendo obrigado a só puxar ferro por um tempo, e foi quando eu descobri o que de fato queria pra mim.

Agora falando sobre tatuagens, minha mãe é uma senhora um pouco diferente da maioria, com tatuagens pelo corpo inteiro. E cresci em uma casa aonde no andar térreo era alugado para um estúdio de tatuagem. Então desde cedo tenho contato com esse universo e fiz minha primeira tatuagem com 15 anos. Um pequeno Kanji japonês de significado “Honra” que tenho comigo até hoje.

Comecei a competir em 2013 em bodybuilding, em um campeonato de estreantes de São Paulo pela NABBA, na categoria junior, e nessa época eu já tinha os dois braços fechados em tatuagem. Na ocasião, me consagrei vice-campeão atrás do Marcello Horse, nosso atleta do  Time Generation Iron BR. Naquele tempo, eu não tinha nenhuma informação sobre estratégias ou recursos para cobrir as tatuagens, então o que eu fiz foi fazer 5 mãos de tinta dias antes da competição para tentar esconder ao máximo, e alcancei um resultado interessante.

Na foto, eu e o Marcello em um confronto. Como podem ver, mesmo com as tatuagens visíveis (a tinta de competição não cobre nada) elas não atrapalharam tanto porque foram feitas varias aplicações de de tinta e a assim pele fixou bem iluminada refletindo bem a luz no palco.

Desde aquela época eu já tinha essa preocupação porque – agora respondendo uma pergunta muito frequente – SIM, as tatuagens atrapalham no palco. Oficialmente nas regras, são critério de desempate que pesa negativamente para quem tem a tattoo, e não-oficialmente, alguns juízes desaprovam tatuagens e isso vai pesar no julgamento dele no seu shape.

Agora respondendo outra pergunta frequente: Tatuagens se deformam conforme você cresce sua musculatura?

E a resposta é SIM. Isso aconteceu com a minha segunda tatuagem, feita após o Kanji, que era um leão no braço direito. Eu já não era muito satisfeito com o desenho, e após a minha volta ao esportecom meu progresso significativo em pouquíssimo tempo, a tatuagem que já estava um pouco deteriorada por conta do tempo, ficou ainda pior.

Agora chegamos na parte mais importante dessa matéria: Afinal,  as tatuagens atrapalham?  Como você cobriu suas tatuagens e por que?

Bom, é algo muito simples, pouco difundido no Brasil porque tudo demora pra chegar por aqui, mas que lá fora já é básico.

Devemos lembrar que nosso maravilhoso esporte tem uma indústria milionária por trás dele que sempre está buscando trazer soluções e inovações para os atletas e praticantes, e não é de agora que existem produtos específicos para essa cobertura, com a tonalidade exata da tinta, para ficar homogêneo e ideal no palco.

Claro que esse tipo de trabalho pode ser feito com qualquer tipo de base normal de maquiagem, que são usadas em teatro ou cinema, mas deve-se lembrar que você não estará na cor da sua pele no palco, e sim com a cor da tinta, e por isso um produto específico na tonalidade exata é muito mais interessante.

No meu caso, eu uso o Jantana Tattoo Cover, como o nome já diz, da marca de tintas Jantana. Vende aqui no Brasil, vários revendedores de tinta ou empresas de pintura à jato tem nos campeonatos à venda, com o preço por volta de R$200,00. Parece meio salgado, porém ela rende bastante! Para mim com todas as tatuagens que eu tenho, ela rende de 3 a 4 campeonatos.

“Beleza Vitor! Show essa informação, mas e ai, como que eu uso essa coisa?”

Bom, vamos já matar essa questão também! A aplicação é trabalhosa, e mais complexa do que parece. Porém, ela é feita somente antes de subir no palco. Ela é uma base, não uma tinta. Ela não seca e fixa na pele igual à tinta.

Então todo o processo da semana de esfoliação, depilação, aplicação da tinta, etc você mantém exatamente igual.

Dai você está lá no backstage, pouco antes de aquecer, preparado pra entrar no palco e arrebentar, é nesse momento que você aplica a base para cobrir a tatuagem.

Quando eu digo que é trabalhosa, é por que tem que ser feita de forma minuciosa em cima da tatuagem, respeitando a tonalidade da sua pintura, já que ela vai por cima.

Quando digo que é complexa, é por que ela tem um ponto certo. Se você passar muito, ela vai cobrir toda a tatuagem, mas vai ficar opaca, tirando toda estriação e vascularização do físico. Se você passar de menos, vai ser só um tom a mais na pintura, e não vai adiantar nada.

É interessante que você mesmo se aplique olhando no espelho, ou então seu treinador aplique, por que vocês dois têm noção de como quer que o físico seja apresentado. Deixar pra terceiros que não tem essa visão interna do trabalho de “atleta~treinador” pode ser problemático.

“Po, beleza. Mas se é tão trabalhosa, e eu tenho muitas tatuagens, será que não é melhor passar só no melhor lado ou em tatuagens que estão por cima deste ou daquele músculo? Dai já economiza o produto também.”

Olha, eu fiz esse teste, conforme a foto abaixo. Fui bem na competição, foi onde conquistei minha vaga pro Arnold Classic, porém, na minha opinião, acho que o trabalho a mais vale a pena (como eu fiz no campeonato no começo de 2017 onde cobri todas as tatuagens). Por que realmente muda MUITO o aspecto do físico no palco. Então você já esta há meses trabalhando e se esforçando, o que é 15 minutos a mais passando o produto no backstage, não é mesmo?

Com certeza para subir no palco do Arnold Classic eu farei a cobertura completa com o Tattoo Cover!

Bom, é isso Guerreiros, espero que tenham gostado e eu tenha elucidado suas dúvidas sobre o assunto, e que se vocês competem ou vão competir e tem tatuagens, que ajude vocês a subir na melhor condição no palco!

Abraços à todos! Falou.

Compartilhar

6 Comentarios

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui