Bodybuilder e empreendedor John Meadows sofreu ataque cardíaco.

John Meadows sofreu ataque cardíaco e está internado no hospital como foi anunciado em sua página no Facebook por sua esposa, Mary. De acordo com o post, o ataque cardíaco foi causado por um trombo em suas veias. Ele está “bem” mas ainda hospitalizado.

John Meadows está no bodybuilding desde seus 13 anos, mas sua jornada para se tornar um profissional foi repleta de dificuldades. Ele sobreviveu à uma séria doença do colon que quase o matou. Meadows teve que retirar seu colon por completo e passou a praticar o bodybuilding com mais consciência e saúde. E com seu retorno ao bodybuilding ele conquistou o seu procard.

John dá todo crédito a sua esposa Mary que teve grande influencia em sua vida. Ela esteve ao seu lado nos seus altos e baixos, sempre apoiando suas decisões em toda vida. “Eu não poderia ter realizado nada sem ela”, John Meadows declara a respeito de sua esposa. “Quando estava doente e saí do hospital e eu estava muito fraco para cuidar de mim mesmo, ela fez tudo por mim, incluindo minhas necessidades fisiológicas, coisas que nem posso falar a respeito.

“se eu digo que quero fazer algo, nós conversamos a respeito e se chegarmos à conclusão de que é viável aí tenho o seu apoio incondicional. e quando ela vê que já estou sofrendo na dieta, ela me olha e diz ” aguenta firme, vai valer à pena.” e é o que preciso ouvir pra chegar aos palcos.”

A comunidade bodybuilding já vem mandando muitas mensagens pelas redes sociais, desejando o melhor para John Meadows e uma completa recuperação incluindo o atual Mr. Olympia Brandon Curry. 

Steve Kuclo também postou uma mensagem de apoio:

Shawn Clarida, um amigo próximo e seu cliente de treino também desejou o que há de melhor.

Generation Iron também teve o prazer de entrevistar John Meadows recentemente via video conferência; falamos sobre seu passado, sua carreira, e pensamentos em relação ao atual estilo de vida dos bodybuilders relacionado a saúde, uso de drogas e a relação com as empresas de suplementos.

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui