O grande dia chegou, tal qual abolição da escravatura todos atletas do Brasil e Sul America se voltaram para IFBB Pro league e através da NPC buscam seu status profissional. No momento, a Muscle Contest  domina o Mercado internacional de competições por todo mundo, sim o MERCADO, agora livres do colonialismo europeu de Sr. Santoja estamos oficialmente dentro do capitalismo americano.

Como todo início de casamento há muita intensidade, muitas promessas e muitos votos de felicidade; quase 600 atletas inscritos nesse primeiro show, mesmo em meio a crise todos se esforçaram para comparecer pagando todas as taxas em dólar. Diante da empolgação do público, os melhores nomes do bodybuilding nacional estarão presents, encabeçados por Felipe Franco que busca sua classificação para o Mr. Olympia Vegas outro destaques profissionais irão prestigiar o evento e, assim, como FeFranco querem o pódio.

Para prestigiar e também celebrar o evento teremos Fernando Sardinha como mestre de cerimônia e Rafael Brandão dando uma amostra do seu físico prestes à disputer o New York Pro, causando mais euforia e frisson entre os atletas amadores que também buscam seu lugar ao sol.

Além da Liberdade tão procurada pelos atletas brasileiros e sulamericanos, a NPC promote não haver punições nem politicagem e realmente prezar pelo bem estar do atleta que no momento será a estrela do show. Tendo conforto e segurança para demonstrar seu melhor.

As categorias profissionais celebradas serão IFBB Men’s Physique, tendo como favoritos Felipe Franco que recentemente ganhou o ultimo Muscle Contest na California e Diogo Montenegro que recentemente celebrou seu bicampeonato no Europa Games Orlando.

Entre a categoria Bikini Pro a disputa será acirrada teremos Elisa Pecini que já vem de alguns vice campeonatos, a chilena Kim Gutiérrez.

Outra novidade é a categoria modelo wellness que depois de debutar nos palcos do Olympia Amador, agora toma uma forma mais robusta e inesperadamente terá duas categorias (duas diferentes alturas), dessa forma já há a expectativa de galgar os palcos do Olympia Profissional assim que a categoria e os juízes formarem seus paradigmas.

Esperamos sim que cada vez mais o esporte se fortaleça sem desmerecer a quem realmente luta e se apaixona por ele. A Generation Iron estará sempre ao lado daqueles que priorizarem os atletas e a credibilidade no esporte; portanto fiquem ligados no Muscle Contest e na nova geração de profissionais que irão surgir.

Por Aretha Santisteban

 

Deixe seu comentario

Insira seu comentario
insira seu nome aqui